Hidratação capilar e reconstrução: entenda a diferença

Hidratação capilar e reconstrução: entenda a diferença

O avanço nas tecnologias e componentes descobertos para serem aplicados nos cabelos permite o surgimento de diferentes tratamentos. O que acontece é que nem sempre sabemos as diferenças desses procedimentos, deixando assim de nos beneficiarmos por eles.

Por exemplo, você sabe a diferença entre hidratação capilar e reconstrução? Se a sua resposta foi “não”, vem com a gente que explicamos direitinho a diferença entre esses dois tratamentos e quando você deve usar cada um deles!

Veja para que serve a hidratação

A hidratação é um tipo de tratamento cuja função principal é devolver a quantidade de água natural dos seus fios. É devido a essa perda de água que os cabelos ficam ressecados, sem brilho e sem movimento. Isso pode acontecer tanto pelos procedimentos químicos que o cabelo recebe quanto pelo desgaste do dia a dia (como as mudanças climáticas, a exposição excessiva ao sol e a poluição, o cloro da piscina, entre outros).

Engana-se quem pensa que só precisa de hidratação os cabelos secos, as madeixas oleosas e normais também precisam. O tratamento é indicado para todos e deve ser realizado, no mínimo, de quinze em quinze dias.

A hidratação não precisa ser feita somente no salão. É possível hidratar os cabelos em casa com receitas caseiras ou usando máscaras concentradas.

Conheça melhor a reconstrução capilar

Já o processo de reconstrução capilar é um tratamento mais profundo. Costuma ser indicado quando os cabelos sofrem muitos danos. O procedimento intensivo devolve aos fios as proteínas e a massa capilar necessárias, que provavelmente foram perdidas com a aplicação de químicas (como no caso de coloração e progressivas). Nesse caso, a reconstrução é indicada uma vez por semana.

O tratamento também pode ser realizado em cabelos naturais a cada 15 dias ou uma vez ao mês. A reconstrução também pode ser feita com o uso de máscaras concentradas; mas, para que o resultado seja eficaz, ela precisa ser à base de queratina. A queratina líquida costuma ser a mais potente, sobretudo no caso de reconstrução de cachos.

Hidrate os cabelos após a reconstrução

Outro detalhe que você não deve deixar passar batido é que, por se tratarem de procedimentos diferentes, um não anula o outro. Portanto, é indicado que, após o tratamento de reconstrução, você faça uma hidratação nos seus cabelos.

Quando se utiliza queratina, sobretudo quem tem os cabelos crespos ou cacheados, podem-se sentir os fios mais enrijecidos ou, no caso dos cachos, sem forma. Ainda que esse efeito seja temporário, vale a pena fazer uma boa hidratação nos fios a fim de deixar os cabelos mais protegidos e maleáveis.

Saiba o que é o cronograma capilar

Já que estamos falando de hidratação capilar e reconstrução, vale a pena inteirar-se a respeito do cronograma capilar. Trata-se apenas de uma espécie de “agenda de cuidados” com os cabelos, que engloba três tipos de tratamentos: a hidratação e a reconstrução, além da nutrição.

Agora que você conhece melhor os procedimentos de hidratação capilar e reconstrução e sabe quando usar cada um deles, é hora de montar a sua “agenda de cuidados” para manter os cabelos bonitos e saudáveis!

Gostou do post? Curta a nossa página no Facebook para ficar por dentro de outras publicações como esta!

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.