Qual o melhor redutor capilar para cada tipo de cabelo?

Qual o melhor redutor capilar para cada tipo de cabelo?

Você sabia que os procedimentos para reduzir o volume do cabelo são diferentes? Isso mesmo: o chamado procedimento redutor capilar pode ser feito de diferentes maneiras e com diferentes tipos de produtos. As indicações variam conforme seu tipo capilar e de acordo com os objetivos que você tiver. Por exemplo, quais serão os níveis de alisamento ou de relaxamento que você tanto deseja alcançar.

Quer saber qual é o melhor redutor capilar para cada tipo de cabelo, em meio a tantas possibilidades que existem no mercado? Aproveite a leitura, fique por dentro de cada proposta e escolha a mais adequada para você!

O melhor redutor capilar para os cabelos ondulados ou cacheados

O redutor capilar mais indicado para quem tem os cabelos ondulados ou cheios de cachos é o alisamento com tioglicolato de amônio. Seu uso, associado a um produto neutralizante, pode relaxar os cachos, alisar e ondular os fios dos seus cabelos.

Esse produto pode ser aplicado também sobre os fios mais finos e pode ser compatível com cabelos coloridos e descoloridos. É importante realizar um teste em mechas antes de aplicar o redutor capilar nos cabelos por completo!

Os produtos para quem deseja transformar cabelos crespos em lisos

Quem possui os cabelos crespos e deseja um verdadeiro alisamento deve procurar um redutor capilar à base de guanidina e hidróxido de cálcio. Esse procedimento alisará os fios de maneira permanente, você só precisará retocar a raiz de acordo com o crescimento dos seus cabelos.

Esse é um tipo de alisante considerado suave (com o hidróxido de cálcio na formulação) e, mesmo assim, existem chances de quebra e incompatibilidade dos fios, por isso, é fundamental realizar um teste antes de buscar o efeito totalmente liso.

Os produtos e componentes que devem ser evitados

Alguns produtos contêm em sua formulação alguns ativos que fazem mal à saúde, tanto de quem está recebendo o procedimento quanto de quem está aplicando. Esses ativos não estão liberados pela ANVISA e normalmente são alisamentos feitos com bases ácidas.

Evite os alisamentos com ácido glioxílico e carbocisteína, bem como o alisamento com formaldeído e glutaraldeído (visto que trazem alto grau tóxico).

Há algum tempo, o ácido glioxílico e a carbocisteína eram considerados promissores, justamente por não apresentarem cheiro forte, nem provocarem ardência. Mas, na verdade, são um perigo para a saúde!

Sempre procure marcas seguras e de confiança, com selo de aprovação e recomendação de profissionais. Escolha redutores que prezem pela saúde da fibra dos cabelos, preservando o estado natural das madeixas. Os produtos para redução capilar são utilizados em procedimentos químicos que podem sim causar danos aos seus cabelos, por essa razão todo cuidado é pouco!

Existem diversos produtos seguros e saudáveis no mercado e que nem por isso são menos eficazes.

De posse dessas informações, fica mais fácil saber qual seria o redutor capilar ideal para o seu cabelo, não é mesmo? Verá que vale a pena realizar esse procedimento fazendo a melhor escolha para aproveitar os benefícios da técnica!

Gostou das dicas que trouxemos aqui no post? Então que tal agora conhecer os benefícios de tratamentos com queratina?

Adicionar um comentário


Cadastre-se na Newsletter
X

Receba nossos conteúdos por e-mail.
Clique aqui para se cadastrar.